sexta-feira, 22 de junho de 2012

Momento reflexão: frivolidade e conteúdo

 

"You’re considered superficial and silly if you are interested in fashion, but I think you can be substantial and still be interested in frivolity."
 Sofia Coppola

"Você é considerado superficial e tolo se você estiver interessado em moda, mas acho que você pode ser substancial e ainda se interessar por frivolidades." 

Ninguém é uma coisa só.  Somos multifacetados, temos interesses diversos. Sofia Coppola está coberta de razão. Hoje vejo que é perfeitamente possível ter conteúdo e ao mesmo tempo gostar de uma "futilidade". Muitas vezes, o que chamam de futilidade traz para a vida uma leveza que é fundamental. 

Não dá pra viver o tempo todo de ilusão, de superficialidades; é preciso investir no conteúdo interno, no aprimoramento intelectual, emocional e espiritual - isso é o que nos dá força e equilíbrio nos momentos difíceis da vida.  Mas também não dá pra viver mergulhado em questões profundas o tempo todo. Isso pode trazer um peso à vida e às vezes dificultar o nosso viver.

O caminho do meio é a melhor opção: um pouco disso e um pouco daquilo, o equilíbrio, a harmonia.

Mas é claro que isso não é uma verdade absoluta. É apenas a minha verdade, o que eu acredito. Cada um deve buscar a sua e vivê-la da melhor maneira possível.  

Já escrevi sobre essa questão no meu outro blog, o Depois dos Trinta. Veja aqui

Imagem: Pinterest.

4 comentários:

  1. Oi De,
    Eu não acho que moda seja futilidade. Moda marca épocas, define a personalidade de uma pessoa ou de uma sociedade. Como indústria, a moda gera dividendos, dá empregos.
    Fútil para mim são as guerras e os preconceitos.
    xoxo

    Gosto disto!

    ResponderExcluir
  2. Oi Betty! Você está coberta de razão; mas eu, você e todas as pessoas que curtem moda e estilo na blogosfera somos suspeitos para opinar sobre essa relação entre moda e superficialidade. A verdade é que isso que a Sofia Coppola comentou ocorre de fato...
    Bj!

    ResponderExcluir
  3. OI Dennina
    Não posso deixar de concordar com seu comentário, Denise; com certeza tem que existir os dois lados, eles têm que conviver pacificamente.
    Nem tanto ao mar, nem tanto à terra, equilibrio tem que acontecer.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Oi De!
    Na vida tem que haver realmente um equilíbrio, em todas as situações. Nem sempre é fácil, mas dá pra viver de tudo um pouco, buscando sempre ser feliz.
    Vou lá ler seu texto;)
    Beijos e bom final de semana!

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua participação!

Blog Widget by LinkWithin